“INSÓNIA”
/ Para a revista Zen & Energy nº94 / de Novembro de 2016 /

Sente dificuldade em adormecer? O seu sono é facilmente interrompido, superficial ou tem sonhos frequentes? Acorda cansado? Se a sua resposta foi sim a pelo menos uma das questões enunciadas, sofre de insónia. Este distúrbio é descrito como a impossibilidade ou dificuldade em manter o sono, podendo incluir sintomas anexos, desde cefaleia, tonturas, palpitações e esquecimento fácil, e trazer consequências para a saúde como fadiga crónica, irritabilidade, depressão, ansiedade, tendência a vícios (tabaco, álcool, café ou comida), aumento da pressão arterial e risco aumentado de patologias cardiovasculares.

A saúde é atingida através do equilíbrio entre duas energias opostas que se complementam, Yin e Yang. Quando um indivíduo está acordado, a energia Yang ascende, a mente está desperta e os sentidos alerta, mas à medida que o dia vai cessando, a energia Yin vai ascendendo e permite que o sono surja naturalmente. Qualquer desarmonia energética proveniente de excesso ou deficiência afecta o sangue (Xué), a energia (Qi) e a essência (Jing) – os três tesouros (sānbǎo, 三宝) da MTC. O Jing é a residência da Vida, o Qi preenche-a e o Shen controla-a, quando um entra em desarmonia os restantes seguem o mesmo caminho.

“Quando um indivíduo se deita e não consegue dormir, os órgãos Yin estão prejudicados, a essência não tem residência e não é sossegada (…)” – in Su Wen, capítulo 46

O que permite a qualidade do sono bem como a sua duração é o estado da mente (Shen) e o da alma etérea (Hun). Ambos ancoram-se na energia Yin e no Xué mas têm relação com órgãos distintos – o Shen relaciona-se com o Coração e o Hun com o Fígado. Se estes dois órgãos estiverem saudáveis e o Xué for abundante, Shen e Hun encontram-se ancorados e o sono será profundo, reparador e sem muitos sonhos. Quando vagueiam desancorados é fácil o sono ser agitado, superficial e com sonhos fatigantes.

“Fadiga, preocupação e pensamentos excessivos desgastam o sangue e os líquidos orgânicos de tal forma que o Shen e o Hun são despojados de residência (…)” – in Complete Book of Jing Yue (1624)

 

ETIOLOGIA

Actividade laboral: stress severo, horário ou esforço mental excessivo podem enfraquecer a energia Yin do Rim e, consequentemente, do Coração, desenvolvendo calor-vazio; ou pode criar Fogo no Coração que prejudica o Yin do Rim – enfatizando a desarmonia no eixo Shao Yin (Rim-Coração).

Emoção: As emoções têm uma análise peculiar uma vez que o diagnóstico se altera quando isoladas ou acompanhadas. Por exemplo, o pensamento excessivo e a preocupação condicionam a energia do Baço-Estômago que é responsável pela formação de sangue e, por conseguinte, afecta o Coração e o Shen. Já a preocupação quando acompanhada de ansiedade pode gerar Fogo no Coração, agitando a mente. Sentimentos de frustração, ressentimento ou raiva ascendem o Yang/Fogo do Fígado. Um padrão de timidez, insegurança e indecisão manifestam fragilidade da Vesícula Biliar e do Coração.

Dieta: grandes quantidades ou excesso de alimentos gordurosos ou doces podem promover a formação de Humidade-Calor no Estômago.

Pós-parto: pode surgir devido a uma grande hemorragia ou à deficiência prévia de Xué.

 

DIFERENCIAÇÃO SINTOMAS E DIAGNÓSTICO

Existem quatro casos que merecem compreensão: a dificuldade em adormecer denota deficiência de Xué ao passo que despertar facilmente durante a noite revela deficiência de Yin. Sonhos abundantes ou pesadelos manifestam a agitação do Shen e o Hun, e acordar cedo indica Deficiência da Vesícula Biliar e do Coração.

Em suma a insónia pode surgir devido a deficiência de Yin ou Xué, que desaloja o Shen (mente) e o Hun (alma etérea); excesso de Yang/Fogo do Fígado ou Humidade-Calor no Estômago.

 

PRINCÍPIO DE TRATAMENTO E TERAPÊUTICA

É essencial nutrir e regularizar o Yin, o Xué e o Qi, conservar o Jing e tranquilizar o Shen. A acupuntura e a fitoterapia conseguem recuperar o equilíbrio, induzir tranquilidade e, consequentemente, o sono. Há ainda outras formas de potenciar este efeito:

Óleos essenciais (ver tabela 1 do artigo): adicione 2 gotas à água do seu banho; ao óleo de massagem ou ao aromatizador de quarto. A reacção olfativa tem ligação com as emoções pois ambas são oriundas de impulsos que foram descodificados, interpretados e retransmitidos através do hipotálamo. Por exemplo, o óleo de lemongrass tem compostos aldeídicos (citral, citronelal) que são calmantes e, portanto, o hipotálamo envia uma mensagem à hipófise para diminuir os níveis de ACTH (adrenocorticotrofina) na corrente sanguínea, hormona responsável pelo stress.

Dietética: Evite jantar tarde, em demasia ou alimentos estimulantes como cafeína e álcool. O millet e os ovos de galinha são dois bons contributos. O método de cozinha depende do caso clínico mas em harmonização prefira cozinhar cerca de 50g de millet para 2L de água, por cerca de 30 minutos; já o ovo prefira-o escalfado. Se há muita agitação e ansiedade o mais certo é existir calor (seja verdadeiro ou de tipologia vazio) pelo que beneficiará de aipo salteado ou chá Oolong.

Rotina: Por forma a transitar para um estado de relaxamento, opte por fazer yoga, alongamentos, meditação ou passear após o jantar. Defina uma rotina de sono (deite e acorde todos os dias à mesma hora); desenvolva hábitos de leitura ou de automassagem (ver sugestão de pontos na figura 1) e evite dispositivos electrónicos cerca de 30 minutos antes de dormir.

Segundo o ciclo nictemeral devemos adormecer no pico de funcionalidade do Triplo Aquecedor (estrutura energética associada ao metabolismo), entre as 21:00 e as 23:00, para tirar proveito de um sono profundo e reparador. Lembre-se que todos os hábitos de sono se regulam pela hora do acordar, por isso reveja o seu ritmo matinal e acorde mais cedo durante 3 a 7 dias. Procure cuidar de si para despertar em plena saúde e aproveitar um novo dia cheio de novas oportunidades.

_
Pode também ler o artigo completo na rubrica “Saúde” da edição #94 da Zen & Energy, onde para mais informações sugerimos que acompanhe o site e facebook da revista em www.revistazen.pt e www.facebook.com/ZEN-Energy.

 

20161030_artigo_zenenergy_mag94_pag62_o 20161030_artigo_zenenergy_mag94_pag63_o 20161030_artigo_zenenergy_mag94_pag64_o 20161030_artigo_zenenergy_mag94_capa

Artigos Recentes